Founders Dirty Bastard: O que dizer?

Por: Pedro Jannotti

07/08/2018 às 15:10hs

Estilo Wee Heavy
Untappd 3.78

  • 30
  • Marrom muito escuro

30 SRM (Coloração)


  • Alto

50 IBU (Amargor)


  • Alto

8.5 ABV (Teor alcoólico)


Tulipa Tulipa
temperatura 12o C
Dirty Bastard Lata

Mais uma da Founders aparecendo por aqui, dessa vez é uma dobradinha com a Azacca. Mas nada de IPA dessa vez, Dirty Bastard é uma Wee Heavy que merece atenção.

Founders já apareceu por aqui algumas vezes e falar bem dela é meio que chover no molhado, então dessa vez vamos nos concentrar no estilo.

Essa cerveja faz parte do estilos escoceses, que estão dentro da escola britânica, em geral são cervejas para exportação e segundo o BJCP:

“Um produto premium, muitas vezes produzido para exportação. As versões modernas têm menor densidade original e densidade final do que os seus antepassados históricos.”

O estilo é de uma cerveja rica, maltada e normalmente doce com um sabor mais caramelo. E além dessa cerveja trazer todas essas características, ela faz parte história da cervejaria.

Segundo a Founders essa cerveja foi uma mudança no posicionamento deles que estavam enfrentando um período negro, quase de falência. Essa foi a cerveja que definiu como todas as cervejas posteriores foram feitas. Brewed for us.

Mas chega de detalhes e curiosidades e vamos ao que interessa.

Spoilers sensoriais

Recomendamos tomar a cerveja. Cerveja artesanal/premium é sobre experiência e compartilhar essa experiência. Caso queira saber nossa opinião, continue rolando a página e leia nossa análise sensorial da cerveja. Caso contrário depois de tomá-la nos marque nas redes sociais e conte-nos o que achou dela.


Um cobre profundo, quase um marrom escuro é a cor da cerveja ao ser servida na taça, rajadas em vermelho estão presentes.

A espuma é cor de creme ou marfim, grande e persistente.

Founders Dirty Bastard - Espuma

O aroma é bastante complexo, notas de malte bastante presentes (quer saber mais sobre malte? Confira nosso guia definitivo). O espectro do aroma (e também o do sabor) trazem biscoito, toffee, melaço e caramelo.

No sabor, além de todo esse espectro de malte, ainda apresenta um pouco de tostado e um amargor bem leve para equilibrar com todo o dulçor da cerveja.

No rótulo diz que é possível encontrar sabores/aromas defumados e de pêssego. Não consegui identificar essas qualidades na cerveja, porém quando ela foi esquentando o sabor de caramelo foi se apresentando mais forte.

No resumo geral é uma cerveja foda, vale a pena tomar para quem gosta dessa pegada mais maltada.

Founders Dirty Bastard no copo